Você fez tudo dentro do prazo, mas quando viu, estava faltando algum documento ou que havia algum erro. Calma que você pode enviar uma declaração retificadora, sem ter que pagar multa. Mas tem um ou outro inconveniente. Por exemplo: você não vai conseguir mudar o modelo – se tinha mandado a declaração simplificada vai ter que seguir assim. E o mesmo vale para a completa.

Mesmo assim, vale mandar a declaração retificadora, especialmente se você notou que havia erros que podem levar à malha fina. O prazo é de até cinco anos, desde que o documento não esteja em processo de fiscalização. Então, quanto antes você corrigir os dados, melhor.

Mas.. como fazer isso?

Vamos lá. Você precisa entrar no mesmo programa que usou para enviar a declaração. Se aparecer o aviso de que há uma nova versão, tem que fazer a atualização. Quando abrir de novo, clique em “Declaração Retificadora” e informe o número do recibo da declaração que deseja corrigir.

O formulário vai abrir e você vai conseguir editar os campos. Depois de retificar os dados, clique em “Entregar declaração”. Não deixe de manter uma cópia dessa nova declaração e guarde o número do recibo da entrega.

As restituições começam agora em junho e vão até dezembro. É claro que dinheiro na mão é sempre bom, ainda mais pra quem está apertado, mas não tem prejuízo pra quem receber depois porque os valores são corrigidos pela taxa Selic.

1 0