Moro de aluguel e tenho R$ 100.000,00 para iniciar um investimento. Compro uma casa primeiro financiada ou aplico no Tesouro ou em ações a médio prazo e continuo no aluguel?

Pri,

Obrigada por escrever pra gente! Que bom que você está pensando em investir! A equipe do Letras & Lucros está aqui pra ajudar.

Olha, pra decidir se vale ou não fazer o financiamento, a gente precisaria de mais algumas informações. Por exemplo: quanto custa a casa que você quer comprar com o financiamento? Os especialistas dizem que o ideal é dar de entrada pelo menos 40% do valor e financiar apenas o restante. Assim você diminui o valor que vai pagar de juros.

E tem mais: esse financiamento vai comprometer quanto da renda? Se for mais de 30% da renda líquida é muito.

Muita gente pensa que dinheiro do aluguel é dinheiro jogado fora. E, de certa forma, é porque ele não vai voltar pra você. Mas o dinheiro dos juros do financiamento também não. Então você tem que ver o quanto de juros vai pagar no financiamento pra ver se vale a pena. Coloca tudo na ponta do lápis. Se você conseguir um aluguel mais em conta do que esse valor gasto com os juros do financiamento, pode investir essa diferença e comprar o imóvel lá na frente, daqui a uns 15 anos dando uma entrada menor e, portanto, pagando menos juros.   

Agora, quanto a investir no Tesouro ou na Bolsa, depende muito do seu perfil. Você é conservadora ou tolera riscos? Se for um investimento a longo prazo, os riscos da Bolsa diluem. Você pode fazer as duas aplicações: renda fixa com um CDB ou Tesouro Direto e também na bolsa, através de ações ou ETF. A Mara Luquet explicou direitinho aqui o que é um ETF. Agora, qual percentual você vai colocar em cada um, aí depende mesmo do seu perfil.

ETF – você sabe que tipo de investimento é esse?