Tenho dois filhos (7 e 3 anos). Para a mais velha pago uma carta de PGBL 50% desde 01 ano de idade com 150,00 reais mensais. Porém, o rendimento está muito baixo, menor que a poupança. Para qual investimento eu deveria mudar e colocar meu outro filho?

 Por Bruany Bianchi 

O investimento em previdência é algo de longo prazo, principalmente se parte da carteira está em renda variável. No meio do caminho existirão oscilações, mas na média e num prazo maior eles devem superar o rendimento de outras alternativas.
 
Se o rendimento estiver abaixo do mercado por longo período, realmente é importante questionar o responsável se há algum motivo para isso e quais são as expectativas para os próximos meses e anos.
 
Caso você veja que as expectativas não são boas e as explicações não sejam convincentes, procure por planos mais rentáveis ou utilize o benefício da portabilidade para levar sua previdência para outra instituição.
 
Esteja atenta as taxas de carregamento e administração dessas opções. Uma alternativa, como seu prazo é superior a 10 anos, é escolher um plano que coloque uma parte em renda variável. O risco e as oscilações são maiores, mas a expectativa é que o retorno de longo prazo também seja.
 
Caso sua declaração de IR seja completa, continuar utilizando o PGBL pode trazer uma vantagem para você, em termos de imposto a pagar. Seus aportes poderão ser dedutíveis ano a ano da sua declaração, e se na época em que seus filhos efetuarem o resgate ainda não tiverem outras fontes de renda, poderão fazê-los isentos de IR.
 
Orientações por Luiz Krempel, planejador financeiro pessoal do Guia Bolso
CONTINUAR LENDO