O prazo já está contando. Você tem até o dia 30 de abril pra acertar as contas com o Leão. E, nessa hora, sempre surge uma dúvida ou outra. Por exemplo: é melhor fazer a declaração simplificada ou a completa? Como declarar os dependentes? Seja qual for a sua dúvida, você pode contar com a equipe do Letras & Lucros. Manda pra gente a sua pergunta por aqui!

E fica ligado porque esse ano tem novidades. A Receita agora exige CPF para todos os dependentes incluídos na declaração. Em 2018, só era obrigatório para crianças a partir de 8 anos.Também será obrigatório passar mais dados dos bens dos contribuintes, como Renavam dos carros e número de matrícula e IPTU de imóveis.

Como todo ano, quem entregar a declaração logo e sem pendências, recebe antes dos demais. Idosos, deficientes físicos ou mentais e pessoas com doenças graves têm prioridade. As restituições começam a ser pagas em junho e vão até dezembro.

A declaração de IR é obrigatória para quem recebeu rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70 no ano passado.

Veja também Declaração do Imposto de Renda por dispositivos móveis deve dobrar em 2019

1 0