Oito em cada dez brasileiros mudaram os hábitos em relação ao dinheiro por causa da crise econômica. Foi o que revelou uma pesquisa da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil), em parceria com o Banco Central.

Dentre as mudanças, o destaque é a pesquisa de preços. Cinquenta e nove por cento contaram que agora verificam o preço de um produto em mais de um lugar antes de comprar. Mais da metade dos consumidores (56%) passaram a limitar os gastos com lazer e 55% começaram a controlar as despesas pessoais.

Quase o mesmo percentual (54%) usou uma tática básica pra economizar: reduziu o consumo de água, luz e telefone, de olho no valor das contas.

A pesquisa mostra ainda que os clientes agora estão mais ligados nas promoções e que boa parte (46%) passou a substituir produtos por outros de marcas similares com preços mais em conta.

Quarenta e dois por cento dos consumidores seguiram o conselho do Letras & Lucros e perderam a vergonha de pechinchar! “A situação econômica desfavorável acabou deixando uma lição para a maioria dos brasileiros que perceberam o quanto é fundamental ter uma vida financeira mais controlada. Pesquisar preços, repensar gastos, avaliar se realmente é necessário adquirir um determinado produto ou mesmo o simples fato de pedir desconto nas compras são atitudes que contribuem para uma gestão eficiente do orçamento e evitam ficar no vermelho”, orienta a Economista-Chefe do SPC Brasil, Marcela Kawauti.

1 0