Esta semana, a Bitcoin ganhou sua segunda versão: a Bitcoin Gold. Assim como ocorreu com a Bitcoin Cash, lançada em agosto, a nova criptomoeda surge de um processo de bifurcação chamado “hard fork”, que a gente comentou no podcast sobre as diferentes moedas virtuais.

Essas bifurcações têm acontecido após intensos debates entre os mineradores (ou mineiros) de bitcoins e os desenvolvedores sobre a atualização do protocolo Bitcoin para acelerar as transações. E a falta de consenso pode gerar uma terceira quebra em novembro, conforme informa a agência Bloomberg.

Um dos estrategistas da Bitcoin Gold, Robert Kuhne, diz que a proposta da nova versão é ‘tornar o processo de mineração justo e acessível a qualquer pessoa“.

Assim como aconteceu com o Bitcoin Cash, após a divisão, teoricamente quem tem Bitcoins pode receber um Bitcoin Gold por cada Bitcoin “tradicional”. Entre as três maiores corretoras brasileiras no ranking do BitValor, a FoxBit informou em sua página no Facebook que não distribuirá a nova criptomoeda por temer o risco de que a operação feita em Bitcoin Gold seja também registrada em duplicidade na blockchain como Bitcoin. O Mercado Bitcoin e a NegocieCoins estão entre as corretoras brasileiras que irão liberar Bitcoins Gold.

Envie sua pergunta ou sugestão de tema aqui no post ou pelo e-mail [email protected] . Confira também o canal de vídeos do Letras & Lucros.

 


Conheça a Bitcoin Gold
Baixar podcast 1 0