De acordo com artigo publicado este mês na “Harvard Business Review”, o mundo corporativo chegou a um paradoxo: exige o vigor e a disposição que caracterizam os jovens, e ainda espera deles um desempenho compatível com quem tem 30 anos de experiência. Isso pode dificultar a vida de quem esbanja disposição, tem idade de menos e está em busca do seu lugar ao sol. Mãos à obra: é melhor pensar que se trata de apenas mais um desafio para uma geração que entra no mercado de trabalho numa era de grande turbulência. E como ganhar credibilidade quando se é inexperiente? O primeiro passo é começar o quanto antes, o que significa trabalhar desde cedo: pode ser durante as férias escolares, ajudando num negócio da família ou de conhecidos, ou fazendo serviços voluntários. Afinal, experiência não é apenas dominar as técnicas de um ofício, mas também lidar com outras pessoas, negociar, tomar iniciativa, resolver conflitos.

De acordo com o professor Andy Molinsky, da Brandeis International Business School, outra linha de ação para quem pretende sobressair logo é dominar alguma expertise que seja valorizada no seu ambiente corporativo. A desenvoltura com que os jovens circulam no mundo digital conta pontos e pode ser uma ótima porta de entrada. Quem não tem essa facilidade pode achar outras opções, como informar-se sobre a área de atuação da empresa, ler e assistir a vídeos no YouTube a respeito e enriquecer seu repertório a fim de dar contribuições que, se forem consistentes, chamarão atenção. Oferecer-se para participar de novos projetos é mais uma alternativa, não só por causa do seu engajamento e determinação, mas pela oportunidade de aprendizado. Entretanto, cuidado para não ficar sobrecarregado (a) e não conseguir realizar todas as tarefas.

A forma como a pessoa se comunica também será fundamental para dar lastro à sua credibilidade. Aqui eu me refiro à comunicação verbal e não verbal, a saber: é importante que você saiba se expressar bem, esteja atento (a) às orientações e peça feedback a seus superiores. No entanto, além das palavras, cultive um comportamento que inspire confiança: esteja sempre apresentável, mantenha seu lugar de trabalho organizado e não faça bobagens que possam manchar sua reputação, como se meter em fofocas ou cometer excessos em algum evento da firma. Conforme sua rede de contatos na empresa for se ampliando, maiores as chances de expandir sua experiência – e horizontes. Avalie que colegas com mais tempo de casa poderiam ajudá-lo e procure um chefe cuja liderança seja inspiradora e possa tornar-se seu mentor (a). Essa interação tem mão dupla: você vai aprender e terá interlocutores que poderão apreciar melhor seu potencial.

 

CONTINUAR LENDO
1 0