A tendência só se expande e é bom você ir se acostumando com a ideia de trabalhar remotamente. Mais: é importante saber como manter foco e produtividade em casa, administrando o tempo para realizar as tarefas mas sem descuidar da vida pessoal. Aqui vão algumas dicas para criar o ambiente ideal para essa modalidade de prestação de serviço.

  • Arrume-se como se fosse sair de casa: em primeiro lugar, em hipótese alguma comece sua atividade de pijama, sem sequer ter escovado os dentes. Tome um banho e vista-se como se fosse sair –claro que não é preciso exagerar na produção, mas isso já cria a atmosfera de dia produtivo, além de deixar você pronto para a eventualidade de uma videoconferência.

 

  • Crie seu ambiente: nada de usar a cama como escritório. Arranje um canto na casa, ou mesmo no quarto, e o mantenha organizado, com tudo o que você precisa. Uma cadeira confortável vai fazer toda a diferença, e aproveite para limpar a área de badulaques ou bibelôs que possam distrai-lo. Outras opções: aboletar-se num café que tenha wifi e seja acolhedor, ou seja, que não se importe com um freguês que passe horas no local quase sem consumir; ou, se houver disponibilidade financeira, compartilhe espaço de coworking, com aluguel mais em conta.

 

  • Instale todos os aplicativos necessários: certifique-se com a área de TI da empresa para a qual presta serviço que você tem todos os equipamentos e aplicativos para realizar as tarefas. Por questões de segurança, muitas firmas trabalham com VPNs (Virtual Private Network) e você terá que testar se tem acesso a essa rede protegida. Outra questão relevante é o consumo do seu pacote de dados: confira se a empresa pode lhe dar um celular ou cobrir as despesas com internet.

 

  • Comunique-se: não se isole numa bolha só porque não está num escritório. Peça feedback do seu chefe imediato, e de preferência por vídeo, para ter o contato mais “pessoal” possível. Aliás, esse é um aprendizado para os dois lados, já que as chefias também terão que saber como se comunicar com colaboradores em postos remotos. E seja rápido em responder às mensagens, mesmo que não possa resolver tudo naquela hora – o importante é mostrar-se presente e proativo.

 

  • Fuja das distrações: faça uma lista com suas prioridades do dia, semana e até do mês, tendo a flexibilidade de refazê-la quando surgirem outras demandas urgentes. Estabeleça metas e evite interrupções, principalmente se estiver em casa e tiver filhos: crie uma tabela com o horário durante o qual você não pode ser perturbado, mas também não invente desculpas interromper o que está fazendo a todo momento. Cuidado com a armadilha das redes sociais, que nos levam a perder um tempo precioso! Todos temos dias melhores e outros piores, portanto não se martirize quando não render bem – pense em como compensar na próxima jornada.

 

  • Não seja engolido pelo trabalho: é tão importante quanto fugir das distrações, porque ninguém pode ficar ligado o tempo todo. Crie “respiros” durante o dia, para se exercitar, sociabilizar e inclusive curtir as pequenas delícias de estar em casa, como brincar com seu animal de estimação ou buscar os filhos na escola. Por fim, estabeleça seu horário de fim de expediente, para relaxar à noite.

 

CONTINUAR LENDO
1 0