Espera-se tudo do candidato a uma vaga: que tenha currículo exemplar, que seja autoconfiante e saiba trabalhar em grupo. No entanto, de acordo com Kevin Grice, que durante seis anos ocupou o cargo de gerente de recrutamento no Google, quem entrevista e seleciona aspirantes a um cargo também tem um longo dever de casa para fazer. Do contrário, o processo de contratação pode se transformar num fracasso, o que significa perda de tempo e dinheiro para a empresa. Segundo artigo que ele escreveu para a revista “Fast Company”, o nome perfeito para a vaga não é descoberto por um passe de mágica, e sim através do esforço de quem recruta para mapear os talentos mais adequados para a organização.

A primeira (e mais conhecida) providência é pesquisar sobre o candidato: não apenas em redes sociais, para ver como se comporta e se manifesta, mas também buscando vídeos nos quais ele/ela possa estar dando uma palestra ou compartilhando seus conhecimentos. É uma forma de conhecer melhor a pessoa e seu repertório. Estar realmente presente, disposto ao “olho no olho”, faz toda a diferença. Quem entrevista enquanto checa mensagens e atende a telefonemas poderá perder um bom funcionário por falta de atenção.

Uma questão sensível é saber reconhecer percepções arraigadas ou visões preconcebidas – que todos temos e que podem toldar o julgamento de quem recruta. O nome da universidade que o candidato frequentou não é do agrado do entrevistador? Ou o endereço da sua residência pode sugerir que não teve boa formação? O risco de uma contaminação na avaliação já começou, por isso é tão importante conhecer os “gatilhos” da mente… Ainda no mesmo quesito “peças que nosso cérebro nos prega”, sempre há o risco de a preferência recair sobre alguém que lembre o próprio recrutador, que tenha características semelhantes – o que é péssimo para a diversidade da companhia.

Por fim, Grice sugere que a entrevista seja estruturada com perguntas que serão aplicadas a todos os participantes, para garantir que tenham as mesmas oportunidades. Dessa forma, aquelas percepções arraigadas poderão ser neutralizadas e haverá mais informações para fazer as comparações necessárias entre os candidatos.

CONTINUAR LENDO
1 0