Gostaria de saber se é uma boa aplicação investir em RDC a uma taxa líquida de 7,51% pelo período de 360 dias. Obrigada.

Boa pergunta, Eliana! Vamos começar explicando pra quem acompanha a gente aqui no Letras & Lucros o que é o RDC, o Recibo de Depósito Cooperativo. Ele é quase um irmão gêmeo do CDB, o Certificado de Depósito Bancário. A diferença é que o CDB é emitido por um banco e o RDC, por uma cooperativa.

Você falou que o prazo dessa aplicação é de 360 dias. Fique atenta a isso, Eliana, porque o prazo mexe com a tributação. “O ideal é sempre aplicar por no mínimo 721 dias corrido para fazer jus à menor tributação, 15% sobre o rendimento”, explica Myrian Lund, planejadora financeira e autora do livro Mercado de Capitais.

Com relação à taxa, está acima do que você conseguiria aplicando em um ativo com 100% do CDI. “O CDI hoje está em 6,39%. Se a Cooperativa está lhe oferecendo líquido 7,51% líquido é uma boa taxa. Verifique se a Cooperativa faz  parte de algum sistema (Sicoob, Sicredi, Credisis, Ailos, Uniprime, Cresol ou Unicred) e se eles contribuem para o FGCoop, o que seria uma garantia para você até R$ 250.000,00”, explica Myrian Lund.

O Fundo Garantidor do Cooperativismo de Crédito (FGCoop) funciona da mesma maneira que o FGC para os CDBs. Se aquela cooperativa quebrar, o FGCoop garante que o investidor receberá o valor aplicado e os rendimentos, desde que essa quantia não ultrapasse 250 mil reais por CPF ou CNPJ.