Quem está resgatando hoje um plano de previdência complementar privado tem várias alternativas. Pode optar pelo resgate total dos recursos poupados, comprar uma renda vitalícia ou temporária. “Normalmente o resgate total não é a melhor opção, mas sim o programado”, diz Paulo Barqueiro (foto), gerente comercial da Icatu Seguros. Mas tudo depende da situação do segurado no momento do resgate (leia mais aqui).
Veja abaixo os tipos de rendas (Fonte: Icatu Seguros):

Renda Temporária – consiste em uma renda mensal a ser paga temporária e exclusivamente ao participante-assistido. A indenização cessa com seu falecimento ou com o término do prazo contratado para o pagamento de renda.

Renda Mensal Vitalícia – consiste em uma renda mensal paga exclusivamente ao participante-assistido até seu falecimento.

Renda Mensal Vitalícia com Prazo Mínimo Garantido – consiste em uma renda mensal a ser paga ao participante-assistido para o resto da vida, com um prazo mínimo garantido. Se durante o período mínimo garantido o participante-assistido falecer, a indenização será revertida aos beneficiários indicados, até o fim do prazo garantido. No caso de falecimento do participante-assistido após o prazo mínimo garantido, o benefício ficará automaticamente cancelado sem que seja devida qualquer devolução, indenização ou compensação de qualquer espécie ou natureza ao beneficiário (ou beneficiários).

Renda Mensal Vitalícia Reversível ao Beneficiário Indicado – Consiste em uma renda mensal a ser paga vitaliciamente ao participante-assistido e, no caso de seu falecimento, ao beneficiário indicado no percentual estabelecido, até a sua morte. O percentual de reversão da renda ao beneficiário indicado pode ser entre 100% e 5%, com intervalo de 5% entre os valores possíveis. Na hipótese de falecimento do beneficiário, antes do participante-assistido, a reversibilidade da renda estará extinta, sem direito a compensações ou devoluções dos valores pagos.

Renda Mensal Vitalícia Reversível ao Cônjuge com Continuidade aos Menores – consiste em uma renda mensal a ser paga vitaliciamente ao participante-assistido, reversível ao cônjuge ou companheira (ou companheiro) após o seu falecimento e, após a morte do cônjuge, reversível temporariamente aos menores até que completem a idade de vinte e um anos, conforme o percentual de reversão estabelecido.

CONTINUAR LENDO
1 0