A crise econômica e o desemprego colocaram muita gente em dificuldade para pagar as prestações do financiamento de imóveis. Não é a primeira vez. O Sistema Financeiro da Habitação (SFH) tem 52 anos de existência e nesse período passou por diversas crises, muitas das quais dificultaram a vida de quem é mutuário. Mas foi o sistema que permitiu mais de seis milhões de brasileiros ao longo de todo esse período adquirir uma moradia.

Devido ao colapso econômico mais recente, temos recebido aqui no portal uma série de mensagens pedindo orientação sobre financiamento imobiliário, em alguns casos pessoas que até já perderam o imóvel devido à inadimplência.

Ouvimos especialistas que estão ajudando os leitores a se situarem sobre seus direitos e deveres como mutuários da casa própria e com base nas respostas deles, fizemos uma compilação para os assinantes. Para começar, quem está pensando em parcelar a compra da casa própria deve saber que:

  • O SFH tem pelo menos três modalidades de financiamento;
  • A correção das prestações e do valor total da dívida ao longo do tempo é feita pela variação da Taxa Referencial (TR), calculada pelo Banco Central.
  • Além de financiar, também é possível fazer um consórcio para adquirir a casa própria, um sistema com regras próprias. Porém, da mesma forma como o SFH, em uma situação de crise o mutuário pode ter problemas para pagar e acabar tendo que ir à Justiça para tentar recuperar o que pagou.

Foto: Pixabay

 

1 0