Apesar da curiosidade em torno das criptomoedas, o Bitcoin fez pouco progresso com os investidores norte-americanos. De acordo com uma pesquisa feita pela Gallup em parceria com o banco Wells Fargo apenas 2% dos investidores dos Estados Unidos dizem que atualmente possuem bitcoin, e menos de 1% planeja comprá-lo em um futuro próximo. A maioria dos investidores diz que não tem interesse em comprar bitcoin – cerca de um em cada quatro (26%) diz estar intrigado com a moeda virtual, mas não pretende investir nesse ativo tão cedo.

A análise chamada Índice de Otimismo do Investidor e da Aposentadoria foi baseada na coleta de dados online em maio, por meio do Painel Gallup. O perfil principal é composto por adultos, com 18 anos ou mais, que possuem a partir de US$ 10 mil investidos em ações, títulos ou fundos de investimentos.

O estudo mostra que o Bitcoin ainda precisa fazer incursões significativas em qualquer grande subgrupo de investidores dos Estados Unidos. Apenas 3% das pessoas com idade entre 18 e 49 anos e 1% das pessoas com 50 anos ou mais relataram possuir investimentos em criptomoedas.

Embora a propriedade de carteiras virtuais seja mais comum entre os investidores mais ricos, a Gallup aponta que somente 3% dos que ganham a partir de US$ 90.000 possuem investimentos em Bitcoin.

Limitando a popularidade do bitcoin como investimento, apenas cerca de três em cada dez investidores (29%) sabem algo sobre moedas digitais. Os outros 67% dizem que já ouviram falar dessas moedas, mas não sabem muito sobre elas, enquanto 5% não ouviram falar delas.

A maior restrição às vendas de bitcoin é provavelmente a percepção generalizada de que negociar na moeda não é seguro. Embora o risco seja fundamental para a forma como o investimento funciona, três em cada quatro investidores que ouviram falar de criptomoedas, o equivalente a 75% do grupo pesquisado, consideram o bitcoin um investimento “muito arriscado”.

A imagem do Bitcoin como um investimento arriscado pode ser irresistível para aqueles com recursos financeiros e temperamento para assumir riscos de mercado. Mas, os pesquisadores da Gallup e do Wells Fargo contam que já identificaram no passado, que a maioria dos investidores norte-americanos prefere se manter a salvo com seus investimentos, optando pela segurança no lugar dos altos rendimentos.

E de fato é preciso ter cautela e uma dose de serenidade quando se investe em criptomoedas. Apesar de ter começado bem a semana, o valor do Bitcoin teve uma queda de mais de US$ 1 mil desde o último domingo e está valendo cerca de US$ 7 mil neste sábado, segundo o índice da Coinmarketcap.

Olhando para o futuro, a análise aponta que muitos investidores mais jovens, que atualmente dizem estar intrigados com os ativos digitais podem ser convertidos em investidores de fato, conforme o Bitcoin for se tornando mais popular.

Envie seu comentário ou sua dúvida aqui no post ou escreva para ibolso@letraselucros.com.br e continue acompanhando as dicas do portal letraselucros.com .

CONTINUAR LENDO

Bitcoin atrai mais curiosos do que investidores nos EUA
Baixar podcast 1 0