Mariza Tavares

Mariza Tavares foi diretora-executiva da Rádio CBN durante 14 anos. Foi também editora-executiva do jornal O Globo e gerente-geral da Agência O Globo. Formada em jornalismo pela Universidade Federal Fluminense, fez mestrado em comunicação na UFRJ e MBA em gestão de negócios no Ibmec. É professora da PUC-Rio, onde dá o curso de “Jornalismo e empreendedorismo na era digital”. Entre os prêmios que recebeu estão um Esso de Jornalismo na categoria Informação Científica ou Tecnológica e o Prêmio Comunique-se como executivo de veículo de comunicação. Nos últimos 25 anos, segundo sua própria avaliação, “cuidou de gente”, e tem algumas lições para compartilhar sobre gestão, carreira e empreendedorismo.

Sinais de que essa oferta de emprego pode ser uma roubada

23 de julho de 2018

Quando a situação aperta e a oferta é restrita, para a esmagadora maioria não há saída: é preciso se adaptar ao que é oferecido até surgir algo melhor. No entanto, mesmo que você não seja um privilegiado que pode se…

Engajamento tem a ver com sentimentos de relevância e propósito

16 de julho de 2018

Em vez de perseguir uma “cultura da felicidade”, as empresas deveriam criar oportunidades de valorização dos funcionários Primeiro vieram as pesquisas de clima, que comprovaram, como não poderia deixar de ser, que havia muitos empregados de mal com a firma….

Dormir aumenta a produtividade

9 de julho de 2018

Há dezenas de receitas sobre como aumentar a produtividade, mas uma é básica e imutável: dormir. Privar-se de descanso impacta todos os aspectos da vida profissional. A Faculdade de Medicina de Harvard, nos Estados Unidos, tem um departamento dedicado ao…

O que está por trás de férias que não descansam

2 de julho de 2018

Todo mundo sonha com as férias: não ter compromissos, dormir até tarde, conhecer lugares diferentes, passar mais tempo com os filhos. Não há dúvida sobre seus efeitos benéficos, mas o problema é o tempo de  duração dessa sensação de estar…

Lições da Copa para o mundo corporativo

25 de junho de 2018

O começo da primeira fase da Copa do Mundo deixou algumas lições para o ambiente corporativo. Para começar, impossível não falar de Cristiano Ronaldo. Aos 33 anos, ao fazer os três gols que levaram Portugal a empatar com a Espanha na…

Quer ajudar os outros? Seja bem-sucedido!

18 de junho de 2018

Era uma vez um jovem estudante Universidade de Oxford, chamado Kit Harris, que não sabia muito bem o que queria fazer da vida. Chegou a pensar em ser atuário, por ser uma carreira estável na qual ele empregaria seus conhecimentos…

Os muitos mitos que envolvem a liderança

11 de junho de 2018

Lançado em outubro do ano passado, já está disponível em português o livro “Mitos da liderança”, cujo autor, Jo Owen, é uma espécie de guru da gestão. Sua pesquisa se baseou em mais de 2 mil entrevistas com gestores de todos os níveis de organizações, além de estudos que incluem de sociedades tribais à primeira

Geração floco de neve será capaz de mudar o mundo corporativo?

4 de junho de 2018

A expressão geração floco de neve é outro empréstimo do inglês: trata-se de um neologismo usado para caracterizar os jovens adultos que parecem mais sensíveis e propensos a se ofender. Não há comprovação científica de que esse grupo é menos resistente ou resiliente; no entanto, como cada nova geração que se apresenta, tem suas características

Trabalho em casa: crie limites para não se sentir escravizado

28 de maio de 2018

No começo do ano, falei da tendência, em expansão, do trabalho remoto e da importância de manter o foco e a produtividade em casa – quem quiser pode ler a coluna no endereço (http://letraselucros.com/trabalho-remoto-va-se-acostumando-voce-ainda-vai-ter-um/). Agora, a questão que vem ganhando cada vez mais espaço é justamente como estabelecer limites para não ser engolido por um

Como reconhecer e superar o burnout

21 de maio de 2018

Uma coisa é certa: é melhor reconhecer os sinais de burnout antes de ser fritado por ele. Quando começou a ser utilizada, anos atrás, a expressão era usada para profissionais da área da saúde, policiais e bombeiros: a sensação de esgotamento físico e mental se aplicava a gente que lidava com tragédias e pesados dramas

Close
FAZER PERGUNTA <
x

Ops!

Fazer uma pergunta é exclusivo para cadastrados (duas perguntas) e assinantes (perguntas ilimitadas).

CADASTRE-SE E FAÇA 2 PERGUNTAS ASSINE E FAÇA PERGUNTAS ILIMITADAS